Base Educom
Base Educom
Você procura por
  • em Publicações
  • em Grupos
  • em Usuários
VOLTAR

Conheça a matriz de habilidades da educação midiática

Conheça a matriz de habilidades da educação midiática
Henrique Uyeda do Amaral
abr. 11 - 7 min de leitura
000


Recentemente, estudando conteúdos sobre Educação Midiática, descobri um material pedagógico que pode ser bem útil para profissionais da educomunicação que atuam em sala de aula. É uma matriz de habilidades da educação midiática alinhada à BNCC e proposta pelo Educamídia.

Segundo o site, o Educamídia é o “Programa do Instituto Palavra Aberta com apoio do Google.org criado para capacitar professores e organizações de ensino, e engajar a sociedade no processo de educação midiática dos jovens”. O Educamídia é uma referência na área da educação midiática, realizando diversos projetos de formação de professores, produção de recursos e de planos e aulas, tudo disponibilizado gratuitamente.

A definição de educação midiática para o Educamídia é “conjunto de habilidades para acessar, analisar, criar e participar de maneira crítica do ambiente informacional e midiático em todos os seus formatos — dos impressos aos digitais”. Se você está vendo este conceito pela primeira vez, sugiro a leitura de outros textos da base educom que tratam do assunto:

Estrutura da proposta

O documento elaborado pelo Educamídia se baseia na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), que determina as diretrizes para o ensino básico do Brasil. Ela indica as competências gerais e específicas por área, os objetivos de aprendizagem e as habilidades que devem guiar o ensino básico do país. Cada rede e escola devem partir da BNCC e criar os currículos adequados ao seu contexto sociocultural.

Para saber mais, sugiro a leitura do texto “Entendendo os fundamentos pedagógicos da BNCC”.

O material do Educamídia apresenta dois elementos. Primeiro, os objetivos de aprendizagem, que são divididos em dois tipos: “para alunos” e “para professores”. Já as habilidades são divididas em três eixos principais, que correspondem às etapas de um processo comunicativo: Ler, Escrever e Participar.

Outra característica relevante da proposta é a abordagem da educação midiática como um componente transdisciplinar, ou seja, que envolve conhecimentos relacionados a mais de uma área do conhecimento.

Pela minha experiência prática, a educação midiática é um tema que realmente pode ser trabalhado juntamente com qualquer área do conhecimento. Por exemplo, em um projeto de língua portuguesa sobre o gênero jornalístico, em uma atividade de matemática sobre estatística de pesquisas de opinião ou em uma atividade de divulgação científica.

Objetivos de aprendizagem

Objetivos de aprendizagem da Educação Midiática proposta pelo Educamídia são:

Para alunos:
Analisar — de forma crítica, e habitualmente, os textos de mídia em qualquer formato — dos impressos à internet;
Compreender — os mecanismos de busca, curadoria e produção de conhecimento;
Acessar — uma ampla gama de ferramentas digitais e ter flexibilidade para encontrar e adaptar-se a novas ferramentas;
Aplicar — o conhecimento do ambiente informacional e midiático para solucionar problemas, para o exercício da cidadania e para a autoexpressão;
Criar — peças de mídia fundamentadas em uma escrita técnica ou criativa bem desenvolvida, de forma ética e responsável.


Para professores:
Explorar — novas abordagens pedagógicas proporcionadas pelas tecnologias de informação e comunicação;
Promover — uma cultura de aprendizagem que estimule a curiosidade e o aprendizado contínuo;
Facilitar — a aprendizagem significativa, fazendo uso de recursos de mídia;
Guiar — os alunos para práticas éticas, legais e seguras no ambiente digital e fora dele;
Criar — experiências engajadoras que levem os alunos a participar e contribuir para a sociedade de maneira crítica, ética e responsável.


Habilidades

Veja as habilidade da educação midiática propostas pelo Educamídia:



Para conhecer os detalhes, você pode acessar a matriz de habilidades da educação midiática no site do Educamídia ou no documento em PDF disponibilizado pelo programa.


Como utilizar uma matriz de habilidades?

Uma matriz de habilidades serve para indicar as diretrizes de um processo educativo. Ao ser adotada, será a referência que indicará os objetivos pedagógicos para o processo em questão. Por exemplo, a BNCC indica os objetivos pedagógicos para cada nível de ensino (do Infantil ao Médio), o Novo Ensino Médio define os objetivos pedagógicos para os itinerários formativos.

A proposta do Educamídia, pode ser utilizada como referência para um processo de educação midiática em diversos contextos. E por estar alinhada à BNCC, pode principalmente ser adotada por escolas que queiram trabalhar o tema em sala de aula. Assim, a matriz de habilidades é o ponto de partida para o planejamento de um currículo ou de uma sequência de aulas sobre educação midiática.

Na situação em que a escola decide elaborar um currículo completo de educação midiática para todos os níveis de ensino, pode distribuir as habilidades de modo a adequar sua pertinência para a idade das crianças e adolescentes envolvidos. Neste caso, as habilidades podem ser trabalhadas em diversos momentos, retomando e aprofundando a abordagem de conteúdos conceituais, procedimentais e atitudinais, para que estudantes possam desenvolver 

Caso queira usar a matriz de habilidades para planejar uma sequência de aulas ou até mesmo uma aula pontual, é importante adequar a quantidade de habilidades que serão o foco da aula. É comum encontrar planos de aula que indiquem 4 ou 5 habilidades como objetivo para uma atividade de 50 minutos. Mas será que é possível dar ênfase e garantir a aprendizagem de 5 habilidades em pouco tempo?

A minha recomendação (e como costumo fazer quando elaboro planos de aula) é limitar a quantidade de habilidades para apenas duas por aula. Para garantir que a professora saberá qual a prioridade daquela aula, inclusive pensando na avaliação da aprendizagem.

Outras matrizes importantes

  • BNCC: Como falamos anteriormente, a BNCC determina as diretrizes para o ensino básico do Brasil. Ela indica as competências gerais e específicas por área, os objetivos de aprendizagem e as habilidades que devem guiar o ensino básico do país. Veja mais clicando aqui.

  • Novo Ensino Médio: O Novo Ensino Médio define as diretrizes para o Ensino Médio, determinando um ciclo básico baseado na BNCC e os itinerários formativos que podem ser escolhidos pelos estudantes. A normativa indica os objetivos de aprendizagem e habilidades para estes itinerários formativos. Veja mais clicando aqui.

  • Currículo de tecnologias do CIEB: O Centro de Inovação para a Educação Brasileira é uma das maiores referências no tema das tecnologias digitais na educação. A instituição desenvolveu um currículo de tecnologia que abrange todos os níveis de ensino, também baseado na BNCC, e que pode ser utilizado gratuitamente. Veja mais clicando aqui.




Denunciar publicação
    000

    Indicados para você